Feliz Ano Novo + Metas para 2017

Hey pessoal!
Mais um ano começando! :) Que 2017 venha recheado de leituras maravilhosas!


E vamos as metas literárias...

Nos últimos anos, tenho estabelecido metas e desafios para minhas leituras e me sinto muito reconfortada ao chegar no final do ano com a maioria delas cumpridas. Para 2017, decidi fazer um pouco diferente, vou estabelecer algumas metas mais pontuais e tentar cumpri-las ao longo do ano. Espero que dê tudo certo. :)

1ª - Ler ao menos 2 livros em alemão
Der Junge im gestreiften Pyjama
?

2ª - Terminar a série Diários do Vampiro (pelo menos os livros que eu já tenho)
Reunião Sombria (releitura)
A fúria (releitura)
Meia-Noite
Almas Sombrias
Anoitecer

3ª - Ler 2 livros para o Desafio Jane Austen
✓ Persuasão
✓ Bridget Jones: No limite da Razão


4ª - Terminar os livros começados
Os Miseráveis
Os Alemães
Eva Braun
História dos Jornais no Brasil


Balanço Literário 2016

Hey pessoal!
Como não podia deixar de ser, o último dia do ano é dia de fazer o tal do Balanço Literário.

Pois bem, 2016 não foi o melhor ano, mas foi melhor que 2015! :) Ao longo deste ano li 26 livros, somando 7.263 páginas. Maravilhoso, né? Dos 30 livros que me propus a ler, apenas 3 ficaram para trás e 1 pela metade. Este um é Os Miseráveis e, para mim, já foi uma vitória ter lido metade dessa belezura.


Este ano, novamente me propus a comprar livros apenas para lê-los imediatamente e evitar acumular títulos não lidos. Acho que a meta foi cumprida!

- Comprei 6 livros e li 4. Dois ficaram pela metade (Box Saga Encantadas e Os Miseráveis).
- Recebi 8 livros entre trocas, sorteios e presentes. 4 já não estão mais na minha estante, pois foram trocados e 3 ficaram ainda não lidos.

Em 2016 também fiquei muito feliz por retomar as leituras através do Grupo do Livro Viajante no Skoob. Foram 3 livros que chegaram, foram lidos e seguiram viagem!


De apontamentos negativos, tenho que dizer que, definitivamente, a TBR Jar não funciona para mim! Eu preciso estar no clima para ler os livros e toda vez que tentei sortear, a leitura não fluiu. Então, ainda verei o que fazer com ela. O meu Desafio Jane Austen também não foi grande coisa, mas de pouquinho em pouquinho, eu chego lá. haha Este ano li dois livros do Desafio e assisti um filme.

Na eleição do melhor livro do ano, tive bastante dúvida, mas decidi escolher Harry Potter e a Criança Amaldiçoada. Não pela história em si, pois me incomodei com algumas coisas durante a leitura e dei 4 estrelas, mas pelo 'conjunto da obra', por toda a movimentação que houve este ano por causa do livro e pela emoção de ler novamente um livro de Harry Potter. A sensação foi incrível, me senti uma criança novamente indo na livraria buscar meu exemplar no dia do lançamento. 2016 foi maravilhoso para qualquer Potterhead!


Enfim, termino 2016 com os seguintes números no Skoob:


Página #49 - As Batidas Perdidas do Coração (Bianca Briones)

As batidas perdidas do coração
Bianca Briones
Batidas Perdidas - Livro 1
Editora Verus
406p.
Skoob | Orelha de Livro

Nesse exato momento, acabei de fechar o livro e senti que precisava escrever, mas eu simplesmente não sei o que escrever. Nossa... como esse livro mexeu comigo!

Comecei a lê-lo crente de que seria mais um romance new adult, mas foi muito mais que isso. Estou sem palavras até agora. Esse livro fala muito sobre perdas.

Viviane é uma garota rica, cercada de confortos, mas que acabou de perder o pai e vê a mãe entregar-se à depressão. Já Rafael é o oposto de tudo isso. Mulherengo, trabalhador, sem nenhuma facilidade na vida, se vê próximo de Viviane, pois a morte também o atingiu. Ele acaba de perder a irmã e os tios em um acidente de carro.

Até aí eu imaginava que estava lendo um romance bobinho, cheio de clichês, onde a família da mocinha não aceita o mocinho, ou ele muda seu estilo bad boy por amor a ela. Foi nesse momento que a autora colocou um tempero na história, que fez tudo mudar!

Rafael, após sofrer mais uma paulada da vida, se perde nas drogas. E o que a gente lê depois disso é uma história que todos aqueles que já estiveram próximos de algum dependente químico conhecem. Não são cenas bonitas, mas são cenas reais. Eu já passei por uma situação parecida com essa e fiquei muito tocada com a forma como a autora relatou tudo isso. Foi incrível!

Quando a gente passa por isso, imaginamos que somos únicos, diferentes. Mas é no momento que ouvimos histórias iguais a nossa, que percebemos onde está a ajuda, onde encontramos suporte para passar por isso. Parabéns Bianca Briones! Imagino que não deve ter sido nem um pouco fácil escrever esse livro.

Felizmente, histórias como essa tem sim finais felizes! :)

Reblogando #20

Hey pessoal, tudo bem? :)
Pro Reblogando desse mês eu quero compartilhar um vídeo bem curto, mas que me fez muito feliz dia desses. É um trecho da palestra do Leandro Karnal na 62ª Feira do Livro de Porto Alegre, onde ele conta um pouco como a leitura o transformou.


 
Voltar ao topo